Páginas

3 de ago de 2009

16 Na semana do Dias dos Pais, vale o lembrete:


Segundo o Superior Tribunal de Justiça homens e mulheres que se recusarem a fazer um teste de DNA vão estar sujeitos a ‘suposição’ do fato: Se o homem se recusar a fazer o teste a justiça encara como se ele realmente fosse o pai, só não está querendo assumir, ou seja, ‘toma que o filho é teu’. Mesmo sem o exame, a paternidade é atribuída.



No caso da mulher, se ela disser que o fulano é o pai, mas se recusar a levar o filhinho pra fazer exame de DNA o juiz dá como filho do ‘espírito santo’, ou seja, não quer fazer o teste é sinal de que dormiu..Mas não tem certeza de com quem...ou quantos!

“Isso abre um precedente para todos os casos. Homens e mulheres terão que fazer exame de DNA para reconhecimento de paternidade. Há também uma discussão no Congresso para transformar esse precedente em lei’.


Sinceramente eu acho que faz MUITO tempo que, se o povo não consegue por ordem na bagunça, a justiça devia sim se meter na forma como o povo mete...

Porque senão acaba mesmo na musiquinha ‘os mano pedem, as mina dá e depois vão no RATINHO pra fazer DNA’.


Um filho é feito por DOIS? Claro! A responsabilidade daquela criança é dos dois? Claro!

Mas a mulher tem que entender que, 'se o homem entra com o fermento, todo o resto do bolo é feito nela' (li isso não lembro onde).


Nem todo homem vai amar uma criança cuja participação dele pode ter sido de 30 segundos. Já a mulher tem até 9 meses pra aprender a amar aquela criança.


A justiça pode até obrigá-lo a ser o pai que ajuda no sustento do filho, mas não pode obrigá-lo a comportar-se emocionalmente como um pai.

Ser rejeitado por um pai é doloroso e isso não devia ser responsabilidade de uma mãe que não sabe a diferença entre fazer filhos e fazer sexo.


Filhos a gente devia fazer pra constituir família.

Sexo a gente devia fazer tomando pílulas e usando camisinha.



16 comentários:

  1. Oi!
    Sou um leitor do blog, acompanho por RSS.
    Nunca comentei antes, mas vim comentar agora. Não existe mais discussão no Congresso. Há 5 dias, é lei a presunção de paternidade na recusa do exame pelo pai. É a Lei 12.004 de 2009, que alterou a lei de investigação de paternidade.
    Tentei colar um link aqui e não consegui, mas o número da lei é aquela!
    Bye!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você Atrê, ter filho é coisa séria e não brincadeira. Vejo isso na rua onde eu moro, crianças de 14, 15 (e por aí vai) anos de idade tendo filhos como se fossem brincar de boneca ou casinha.

    Por isso que eu me cuido para evitar que isso ocorra agora, no dia em que eu estiver preparado e achar que tenho condições de criar um filho, eu penso em ter um. Enquanto isso, vou me divertindo com meus sobrinhos hehehehehe...

    Abração!

    ResponderExcluir
  3. Marcelo A.

    Obrigada pela contribuição. Confesso que acho meio 'triste' precisarem de uma lei obrigando o que no fundo é fruto do 'oba-oba' das pessoas em relação ao sexo.

    Mas como eu disse no texto, diante dessa bagunça de fazer filho sem querer ter filhos, 'a justiça devia sim se meter na forma como o povo mete...

    E se a justiça não pode interfirir em relação ao homem e a mulher na hora da transa, que seja participativa depois, afinal, alguém tem que ser responsável e pensar na criança.

    ah, e agora que aprendeu o caminho do blog, espero que volte outras vezes. Ler o post é BOM, mas quando participam eu acho BOM D+!....rs

    ***************

    Rafhitch

    Eu não tenho sobrinhos...mas já fui babá.

    E agora quando sinto falta de criança tem sempre um filho de vizinho pra eu paparicar, afinal, como o povo faz MUITO filho, tem sempre um ou uns pra gente brincar.....rs

    ResponderExcluir
  4. Ótimo recado, queridona. Quero matar quem tem filho e não assume.

    Beijão,

    Bela - A Divorciada

    ResponderExcluir
  5. Bela....

    Esta sua vontade drástica, pelo menos tem um lado bom.

    Com os pais irresponsáveis mortos a criança ia logo pra fila de adoção.

    Aliás, tem lei nova nesse sentido também, parece que de agora em diante as crianças não podem mais ficar mais de dois anos em abrigos numa situação do tipo 'não sabemos o que fazer com ela'.......

    ResponderExcluir
  6. muito bem dito mas infelizmente a prática é diferente de teorias. mas acho que homens de verdade, mesmo solteiros, fazem um "esforço" pra aprender a amar, a criança, nos nove meses e no resto da vida. isso é coisa de carater.

    bjosss...

    ResponderExcluir
  7. Tem muita mulher que è sozinha com os proprios filhos, mesmo sendo casada e morando na mesma casa... Tem muitas familhas que vivem em universos paralelos sob o mesmo teto... E' triste que uma lei venha a obrigar as pessoas a fazer coisas materiais que servem para criar un filho, precisaria ter mais amor no coraçao e mais conciencia na hora de tranzar, e neste caso nao tem lei que ajude.

    ResponderExcluir
  8. amada posso te linkar?
    me visite quando puder
    http://eu-ele-ela.blogspot.com
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Amora...

    Ser linkada é BOM, claro.

    Mas confesso que receber visita que comenta o tema do post é ÓTIMO!!!

    Eu pelo menos ADOOOOOOOOOOORO!

    ResponderExcluir
  10. Anônimo3/8/09

    O HOMEM (QUASE) SEM MEDO DISSE...

    Querida Atre, estou sentindo você tão séria hoje. Apesar de uma ou outra eventual 'palavrada' nada muito atrevido de vossa parte.
    É só o assunto ou você não esta muito bem? Sabes que tens um 'ouvidinho eletrônico' sempre em mim, né?

    Ajuntando ao assunto, gostei do 'E' em:

    Sexo a gente devia fazer tomando pílulas "E" usando camisinha.

    Acredito muito pouco na biologia, como uma ciência exata e acho que ela sempre engana os desavisados em sua busca (não-darwiniana, digo) por evolução. Só queria elogiar a redação.

    Ah, em tempo: uma nova de gente nova:
    (acho que o link é auto-explicativo. é só ler.)
    http://diversao.terra.com.br/gente/interna/0,,OI3730646-EI13419,00-Filho+de+Mussum+Mussunzinho+sera+pai+aos+anos.html

    Pode acontecer com todo mundo.
    Todo mundo não prevenido, pelo menos.
    É o que parece, ao menos.

    [SEU BLOG NAO QUER ME ACEITAR COM MEU NOMBRECITO. SERÁ QUE É PORQUE JA TWITTEI UMA PISCADELA PRA VC? BJS, NIKKO. ]

    ResponderExcluir
  11. Anônimo3/8/09

    O HOMEM (QUASE) SEM MEDO DISSE...

    RAIOS, logo ago ra que consegui te achar online...e em DOIS mundos diversos e AO MESMO TEMPO!

    o maledetto do Murphy tinha que meter o dedo sujo aqui no meio...

    ResponderExcluir
  12. Mas 'O HOMEM (QUASE) SEM MEDO'...

    Eu sou uma garota/moça/mulher SUPER séria SEMPRE!!!....rs

    Olha, eu realmente acho que a MULHER tem que tomar pra si a responsabilidade de se deixar engravidar ou se cuidar pra não. Se não for estupro, ela tem obrigação de transar com responsabilidade.
    Engraçado que na hora de criar, de assumir o filho o povo diz "mas filho não se faz sozinho'...MAS ao mesmo tempo tem todo um discurso de que 'o filho precisa mais da mãe' 'que a ligação dos filhos sempre é mais forte com a mãe'...'que mãe sempre sente o que está acontecendo com os filhos'...

    Eu até concordo com essas coisas, justamente porque a criança se desenvolve dentro da mãe...sente as coisas através dela durante todos os meses antes de finalmente vir pros braços do pai.

    Tem homem que é DOIDO sim pra ter filho, tem gente que valoriza MUITO isso de continuidade...de ter uma parte sua, de sangue do ser sangue...De ser responsável pelo outro.

    Mas querer que TODO homem, às vezes numa rapidinha com alguém que nem conhece direito, se anime pra ser pai pelo resto da vida, é demagogia. É irresponsabilidade dele não se prevenir também, mas que a responsabilidade das conseqüências é muito maior em relação à mulher, é!

    Pra ser franca, 'garro' um ódio dessas atrizes que aparecem na TV dizendo 'ah, não foi planejado, mas é bem vindo'.

    Deviam ser processadas por incentivo a irresponsabilidade.

    E tenho dito!!!

    *********

    NIKKO e eu NÃO sei porque o blog não aceita que vc post o nome. Se descobrir te conto. Se VC descobrir, me conta

    ResponderExcluir
  13. Recado dado a todos quantos ainda não entenderam a responsabilidade de se ter um filho e de se fazer sexo de forma promíscua!

    Mais uma vez ATRE deixando sua marca com simples e coerentes palavras ;)

    Beijo Atrevidaço
    =D

    ResponderExcluir
  14. amiga?

    trabalho com DNA.

    kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  15. É isso ai! Ta na hora dos homens assumirem seus bebês ranhentinhos...Bju

    ResponderExcluir
  16. Tem promoção nova no blog com sorteio de template junto com banner e selo para o mesmo blog td personalizado..Quer ganhar um..participe..mas rapidinho o sorteio é amanha..
    Beijão Atre

    ResponderExcluir

O blog é livre pra você comentar e se expressar sobre seus desejos, dúvidas,curiosidades. Só lembrando que comentários estimulando preconceitos ou contra a lei, como pedofilia, NÃO PODE! Expõe você como um idiota e pode dar problemas pra blogueira, mesmo está não concordando com você.

Se quiser conversar, mandar material ou fazer sugestões ao blog: conversaatrevida@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...