Páginas

22 de out de 2007

12 Relaxa que encaixa...Ou vira a mão e "embulacha"?


Semana passada li muito sobre a tal “encoxada” em alguns tópicos no orkut. Algumas mulheres dizendo que já foram “encoxadas’ em ônibus, metro, nas baladas...Umas disseram que gostaram, outras que sentiram nojo. Umas disseram que se o cara for bonito elas se excitam, outras dizem que independente do cara, fazem um escândalo. Alguns filmes como ‘A Dama da Lotação” e “Kinjite” mostram essa situação.
Numa época que vivi no Rio de Janeiro, passei por isso algumas vezes, mas nada muito explícito, apenas umas roçadas nas poucas vezes que tive que ficar em pé por pegar o ônibus já lotado, mas na maioria das vezes, sempre algum rapaz gentil me oferecia o lugar pra eu sentar...Nenhuma vez eu cheguei a encarar como uma “encoxada”, acho que foi mais a "“esfregação" normal proporcionada pela falta de espaço, nada que uma pisado no pé não resolvesse...
Gosto de andar de ônibus e metrô... Gosto do movimento de um monte de gente diferente ocupando o mesmo espaço, mas hoje raramente tenho a oportunidade de andar neles, normalmente ou vou a pé pra aproveitar a caminhada, ou vou de táxi porque é mais rápido, mas na época que eu andava diariamente de ônibus, por várias vezes pude observar a tal “encoxada” ...Algumas vezes mais sutis, outras mais explícitas. Em algumas as mulheres ficavam quietas, em outras tentavam sair de perto e em algumas elas agrediam com palavrões ou “bolsadas’ os rapazes. Duas delas ficaram bem gravadas na minha memória. Numa delas a mulher deveria ter uns 23 anos. Mulata bonita, cabelos encaracolados, calça jeans apertada e blusinha de alcinha branca. Ela estava em pé, o ônibus lotando cada vez mais... Um rapaz muito bronzeado parou atrás delas. A viagem continua e percebo que ele cada vez mais se “aperta” contra ela. Os dois com cara de que não está acontecendo nada... Ela segurando no banco, ele segurando no ferro que passa no alto. O ônibus continua a viagem, vira pra cá, vira pra lá... E o rapaz cada vez mais se esfregando nela. Eu podia ver o volume da calça dele crescendo, ele mexia o quadril devagar, hora fazia movimentos de vai e vêm, outros girava o corpo, sempre procurando manter seu pau o mais encaixado que podia na bunda dela... Percebi então que ela soltou a mão do banco e foi contornando a sua cintura, até que a sua mão se colocou entre os dois. Ele afastou um pouco o corpo e vi que a mão dela parecia estar entrando na calça dele... Na hora duas sensações vieram a minha mente: Um misto de excitação pela situação e vergonha por aquela garota não se dar ao respeito... Estava eu nesse conflito de sensações quando escuto um grito. Na hora pensei que fosse um assalto, mas logo percebe que o grito veio do tal rapaz que na verdade “berrava” e não era excitação não, a garota havia enfiado uma agulha no pau dele...Uiiiiiiiiiiiii !!!
Num domingo estava eu voltando pra casa naquele horário onde parece que todo mundo resolve sair da praia. Ônibus cada vez mais cheio, som alto, gente falando mais alto ainda, de repente percebo um rapaz que não devia ter mais de 18 anos e com pinta de surfista atrás de uma mulher que deveria ter uns 30 anos. Bonita, bronzeada, estava voltando da praia de biquíni, com uma canga amarada na cintura. Ela estava em pé, encostada num dos bancos, o corpo encostado no ferro na lateral do banco. Percebi que o rapaz estava segurando ali, na altura dos seios dela e seu dedo ficava roçando no seio dela que não fazia movimento nenhum pra afastar o corpo dali, pelo contrário... Ônibus lotando cada vez mais, uma porção de gente com pranchas, cadeiras, guarda-sóis... Movimento esse que ajudava para que cada vez mais grudados os dois ficassem. Aqueles dedos roçando no seio dela, o corpo suado dele colado nela foram me excitando... O rosto dela já não estava mais impassível diante daquela situação, ela fechava os olhos e mordia os lábios... Vi a mão dele se soltar do ferro... Mais com aquelas caixas de isopor, pranchas e sacolas em proporção, quem disse que eu conseguia ver o que estava acontecendo? Só dava pra ver o rosto dos dois, e eu sabia, dava pra sentir que tinha coisa acontecendo na parte inferior daqueles corpos... Comecei a “escorregar” no meu banco... A senhora que estava do meu lado perguntou se eu estava bem, disse que sim, que só estava cansada e que ia ver se tirava um cochilo. Abaixei mais um pouco e por uma fresta entre pernas e pranchas, pude ver enfim: Ele havia levantado a canga dela e esfregava o seu pau na bunda dela... Ah, vou ser franca Não acreditei que estava vendo aquilo... Afinal uma “esfregação” é uma coisa... Eu já tinha visto muitas... Mas o cara tirar o pau pra fora... Num ônibus lotado... Olhei pra cima, pra cara dos dois. Ela continuava com os olhos fechados... Mordia os lábios vez ou outra... Ele estava com a cabeça “enterrada” nos cabelos dela... O ônibus sacudia... Virava uma esquina e outra e eles ali, encaixados como se fossem dois cachorros no meio da rua...O som rolando alto e mesmo no ônibus lotado a garotada que tava vindo da praia começa a dançar, na verdade era mais um “sacudir” do que dança naquele espaço apertado, mas foi a oportunidade pra ele poder fazer mais do que só ficar encaixado nela...Aproveitando os movimentos do funk ele não só roçou nela, como gozou com ela.
Eu vou ser bemmmmm franca...Não sei se acontecesse isso comigo, qual seria a minha reação. Claro que a primeira coisa que vem a minha cabeça é a de dizer que eu iria ficar brava e que, ou sairia fora, ou faria um escândalo, afinal, um cara que a gente nem conhece chegar “encoxando” a gente num ônibus é falta de respeito... Só sendo “puta” pra deixar... Mas também sei que às vezes nossas teorias não são aplicadas com tanta convicção na prática e mesmo achando tudo isso, não tenho certeza se na hora eu não acharia mais excitante do que vergonhoso...
No dia que eu descobrir, conto aqui, OK?

12 comentários:

  1. MAICON22/10/07

    FALA MINHA LINDA ATREVIDA!!!!!!
    ADORO PASSAR POR AQUI ANTES DE DORMIR MAS VOCÊ DEMORÔ PRA POSTAR DESSA VEZ HEIM? EU TAVA COM SAUDADES DOS SEUS TEXTOS.
    AH SE EU TE ENCONTRO NUM ONIBUS LOTADO ENCAIXAVA BEM GOSTOSO EM VOCÊ!! TENHO CERTEZA QUE SERIA UMA VIAJEM GOSTOSA PRA NÓS DOIS MINHA DELÍCIA DE MULHER
    BEIJOS EM VOCÊ TODINHA!!!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Já aconteceu de uma baranga, achar que eu estava me roçando nela, eu era novinho 16 ou 17,'exculaxei' na hora.
    Coitada ficou com vergonha, achou que ia me intimidar, perdeu a viagem, quando ela começou o showzinho eu emendei..."bem que vc gostaria de alguém se esfregando, manequim da ultragás, pretenciosa, tanta mulher bonita aqui, se encherga criatura." E mais alguns impropérios que nem me lembro mais, virei a mesa, o povo que começou a olhar pra mim quando ela começou a gritar, depois ficou olhando pra pra ela com cara de reprovação, dois pontos depois ela desceu....paciência, as pessoas viram o que aconteceu, ninguem é cego.
    Podia até esfregar de passagem, mas pra quê ficar excitado se depois não vou sair com a mulher? Nem vale a pena perder a classe por uma coisa boba dessas, me expor ao ridículo, não dá.....muito pouco.
    Sempre preferi flertar em lugares assim, muito melhorrrrrrrrrrrr.

    22 de Outubro de 2007 07:54

    ResponderExcluir
  4. Oi... legal você fez a pesquisa... gosto muito de ler seus textos.. parabéns...

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. como eh um "oi gostoso" hein??? rs
    olha, impossivel nao ler suas materias até o fim!!! adorei te conhecer...

    ResponderExcluir
  6. bom diaaaaaa
    naum tem como naum ler o seu blog neh minha lindaaaaa
    ...
    como disse um rapazz tbm estava com saudadee de vc postarrrr
    seus textoss sempre maravilhosos e interessantess...
    bjs tenha um maravilhoso diaa

    ResponderExcluir
  7. Rodrigo24/10/07

    Fantástica a maneira com que vc aborda o assunto.
    Muito corajosa também sua postura quando relata que não sabe como se comportaria se fosse envolvida em ato identico.
    Admirável, porque eu diria que quase que a totalidade das mulheres, mesmo tendo pensamentos identicos, jamais externam os mesmos.
    Mais que isso. Posso afirmar que os casos em que os discursos são os mais recatados possíveis, o único objetivo é acobertar compostamento extremamente comprometedor.
    Terminaria a madrugada aqui relatando casos envolvendo mulheres com comportamento antagonico ao discurso.

    beijos de estalo, amiga

    ResponderExcluir
  8. Oi tudo bem? Bom vou tentar ser rápido porque estou trabalhando... Mas quando tinhas uns 14 anos eu andava muito de onibus. Naquela época estava na moda aquelas calças largas da OP e claro eu usava uma. Entrei num onibus não muito lotado mas acabei paranto em pé meio na frente. Um ponto após eu subir chegou uma garota de uns 18 anos, calça também larga e parou na minha frente. Eu nem pensei em nada na hora mas qdo chegou no proximo ponto e alguem foi sair precisou passar por tras de mim e eu cheguei a encostar na garota. Ao invés dela abrir esoaço também senti que ela encostou mais em mim. Na hora fiquei excitado. A partir dai fiquei no mesmo lugar e ao inves dela ir um pouco para a frente, grudou em mim. Nossos tamanhos bateram e meu pau ficou exatamente no meio do reguinho dela. Como as calças eram largas imagina...Para mim com 14 anos e ainda virgem era como se eu estivesse com o pau no meio da bundinha dela. E vai e vem do onibus percebi que ela as vezes levantava o pe pra ficar mais alta e afundar mais meu pau na bundinha dela. Foi uma experiencia incrível quase gozei ali mesmo. Ela desceu uns 2 pontos antes do meu e foi isso. Claro que com 14 anos e timido como eu era não fui atrás dela... Deveria ter ido. Ma em ônibus essa foi a unica encoxada pra valer que eu dei...

    Beijão! Parabéns pelo Blog! Me add no orkut se puder!

    ResponderExcluir
  9. Amorzinho
    Relaxa senão não encaixa, tá valendo encochada até em fila de banco. Se joga pra cima, quem sabe........

    ResponderExcluir
  10. Um OIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    E um BEIJOOOOOOOOOO bem gostoso no seu cangote (não me esculacha por causa do termo que usei, por favor)Ou melhor milhares de beijos no seu cangote!!!

    Te amo Atrevida!!!


    BAD WOLF!!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo2/4/13

    Ja aconteceu comigo, so que ele era meu namorado. Nos estavamos num show e ele se encaixou em mim. No começo achei estranho e vergonhoso, mas eu fui gostando. Fingi que nao percebi ele se esfregando e com o pau entre a minha bundinha. Ele ficou girando e roçando. Eu gostei e abri um pouco a perna. Gozei la mesmo sentindo o pau duro querendo rasgar minha roupa. Nunca aconteceu com estranho e nem sei se aceitaria. Bjs Maria.

    ResponderExcluir

O blog é livre pra você comentar e se expressar sobre seus desejos, dúvidas,curiosidades. Só lembrando que comentários estimulando preconceitos ou contra a lei, como pedofilia, NÃO PODE! Expõe você como um idiota e pode dar problemas pra blogueira, mesmo está não concordando com você.

Se quiser conversar, mandar material ou fazer sugestões ao blog: conversaatrevida@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...