Páginas

18 de ago de 2009

16 Quando o médico do seus sonhos vira o seu maior pesadelo

Primeiro que fique claro que por mais que as aparências nos mostrem que alguém é culpado, cabe a justiça, que não deve se deixar levar por suposições ou declarações emocionadas, descobrir a verdade, absolver inocentes e punir os culpados.

Eu
confesso que denúncias, quando envolvem pais, policiais, políticos e médicos, por exemplo, me causam maior decepção/raiva porque são ações praticadas por pessoas que aparentemente deveriam ter a obrigação de nos proteger, defender, representar, cuidar...

Por isso é difícil não ficar enojada ao ver a matéria sobre o suposto abuso que o Dr. Roger Abdelmassih praticava em suas pacientes.


Vários relatos denunciam esse abuso: “Eu acordei levemente e lembro dele me beijando, beijando minha boca e falando para eu beijar ele e lembro dele passando a mão no meu corpo”, relatou outra vítima.

‘Roger Abdelmassih se orgulha de ter ajudado a trazer ao mundo milhares de bebês. Muitos deles, filhos de casais famosos e bem-sucedidos. Casais que investiram muito no sonho de ter filhos’.

O valor dele, como médico, é indiscutível. Mas ser bom profissional, ter anos na política ou ser pai biológico não isenta ninguém da possibilidade de ser desonesto ou estuprador.
Quantos filhos são estuprados por seus próprios pais? Se a natureza humana é capaz deste ato, nenhum outro pode ser descartado ou aliviado pelo simples fato do acusado ter anos de bons serviços prestados.

No site G1 tem outros dados sobre o caso. O vídeo abaixo trás reportagem do Jornal Nacional.

O caso de Roger Abdelmassih, infelizmente, não é o único que fala de abuso sexual praticado por médico e não são só pacientes adultos que correm o risco de serem vítimas. Pediatra, acusado de assediar seus pacientes, também já foi notícia.
Sempre bom lembrar que é preciso ter confiança no profissional que o seu médico é e no quanto ele pode melhorar a sua qualidade de vida, mas vencer o medo e a vergonha é essencial para que se denuncie toda vez que o HOMEM que ele é tentar se aproveitar da sua confiança, e muitas vezes do seu estado frágil, pra colocar pra fora o safado tarado que ele é!


16 comentários:

  1. Arrrrrrrghhhh! Essas notícias de abuso sempre
    me deixam puta, não gosto dessas coisas onde só
    um tem prazer e o outro fica com o trauma, a humilhação.

    Bjos Atrê.

    ResponderExcluir
  2. Só dá maluco nessa tal de humanidade....
    Garanto que essa cara consegue pegar um monte de minininha só dizendo que é o médico das celebridades etc...
    Pra quê fazer isso!?


    Realmente quando falam "Muito legal seu blog!" e não comentam é engraçado demais! E a maioria não comenta mais!

    ResponderExcluir
  3. Felizmente essas mulheres criaram coragem e denunciaram este meliante.

    Quantas mulheres são abusadas sexualmente e não denunciam estes homens por medo não só de represália mas, por medo da sociedade.

    Beijos Atrê!

    ResponderExcluir
  4. Confiar???
    Não confio nem em mim, vou confiar em qualquer outra pessoa ou profissional.
    O negocio é ter sempre um plano B para qualquer eventualidade, seja na ida ao medico, banco ou qualquer coisa que envolva pessoas.

    ResponderExcluir
  5. ...é o homem ainda em estado
    animal irracional.

    e estes infelizmente existem
    aos monte por aí,
    independente de classes, diplomas,
    dogmas e culturas.

    bju, querida!

    ResponderExcluir
  6. Esqueci, são todas umas trouxas essas mulheres, pois denunciar é perda de tempo. Ele não vai ficar preso nem uma semana, e com certeza voltará a fazer o que fazia antes.
    O certo seria elas pagarem uns homens para fazer o mesmo com ele, fazer ele sentir o mesmo.

    ResponderExcluir
  7. O medico e o monstro, ou melhor são a mesma pessoa, fala sério, onde vamos parar?
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  8. Lucianaweb

    Eu confesso que, como já li muitos casos de 'parecia mais não era' eu sou sempre favorável a que se denuncie, a que se procura a JUSTIÇA.

    Infelizmente nem sempre ela vem, nem sempre quem erra paga pelo erro, nem sempre quem foi vítima do erro consegue ser ajudada depois que procura ajuda.

    Com certeza o seu pensamento é o de muitas pessoas, nem sempre a gente tem que ser 'politicamente correta'ao dar nossa opinião, justamente porque é isso , uma OPINIÃO. Quem tem obrigação de ser politicamente correta, e infelizmente nem sempre é, é a justiça.

    A maioria de nós fica desejando mesmo que alguém faça justiça, quando a justiça não se faz presente.

    ResponderExcluir
  9. Atre, é um absurdo, vivenciarmos ainda, situações de grande constrangimento, que indivíduos assim causam as mulheres pelos consultorios da vida...

    Acontece sempre um caso novo e horripilante...

    É uma pena, ver o quanto o homem se aproxima de um reles animal irracional...


    Beijos em seu coração!

    ResponderExcluir
  10. É um grandissíssimo filho da puta!

    beijo!

    ResponderExcluir
  11. Vamos esperar o "caminhar do andor" mas tudo leva a crer q o cara é um pervertido!
    E ja nao e o primeiro teve um outro caso de um medico se nao me engano psquiatra!
    bem, tem maluco em todo lugar!
    LEO

    ResponderExcluir
  12. Vivemos de tal maneira, q não dar pra confiar em ninguem, ninguém mesmo. Agente vive sobressaltada, será q o tio pode mexer, o próprio pai? Ja não consigo confiar 100% em ninguem, infelizmente. Denunciar ou não denunciar? Sinceramente, denunciar é o correto, mais diante das impunidades, mtos preferem a dor silenciosa, do que se expor e correr o risco de se tornar culpada ao invés de vítima.

    ResponderExcluir
  13. Se o fato for de fato comprovado apenas uma palavra a respeito:NOJO!!!!
    É assim que me sinto sobre isso tudo:ENOJADA!!!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  14. Realmente tem uma coisas bem 'doidas'.

    O Pediatra que eu citei na matéria, também acusado de abusar dos pacientes, processou a revista Época:

    pedido de 'indenização por danos materiais e morais movido pelo pediatra Eugênio Chipkevitch contra a revista Época. O médico não gostou do título “O médico é o monstro” dado pela revista à matéria que descrevia as acusações de pedofilia às quais respondia.

    ResponderExcluir
  15. Que nojo, que nojo, que nojo.... Da vontade de bater....

    ResponderExcluir
  16. Tem que haver uma punição à altura para esse tipo de delito, independente da posição social do infrator, seja médico ou peão de obra.

    ResponderExcluir

O blog é livre pra você comentar e se expressar sobre seus desejos, dúvidas,curiosidades. Só lembrando que comentários estimulando preconceitos ou contra a lei, como pedofilia, NÃO PODE! Expõe você como um idiota e pode dar problemas pra blogueira, mesmo está não concordando com você.

Se quiser conversar, mandar material ou fazer sugestões ao blog: conversaatrevida@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...