Páginas

1 de out de 2008

17

Você já COMEU hoje?

Começamos timidamente... Vamos chegando e falando uma coisa aqui, respondendo outra ali...
Não conhecemos ninguém, às vezes espiamos por algum tempo antes de resolver nos arriscar a participar, a opinar.
De repente vemos que alguém cita nosso “nome” num comentário e a surpresa “ALGUÉM NOS NOTOU?!?!”
Então vamos respondendo aqui, opinando ali... E nosso jeito começa a chamar a atenção, de repente não somos apenas MAIS um na multidão.
Nem sempre somos vistos com APLAUSOS, claro... Muitas vezes provocamos ira.
Confesso que sempre acho que o mais difícil de lidar são os “elogios’, porque muitas vezes eles escondem sarcasmos, deboches, mesmo quando parece que fazemos rir e todos parecem nos adorar.
Talvez mais perigoso do que quando as pessoas puxam a nossa orelha, seja quando nos jogam confete.
Difícil resistir a ser estrela do show num palco cheio de tantas possibilidades, de tantos atores.
Verdade é que é quase irresistível não se empolgar em ser o centro das atenções... Pena que às vezes tanta “corda” acabe enforcando ao invés de levantar...
Eu falo muito (mas do que eu mesmo gostaria), mas também observo muito (mais do que eu gostaria também) e vejo muitas vezes pessoas que eu admiro se deixando levar pelos confetes ou então se deixando abater pelas críticas.
Quem se abate some, quem se empolga acaba “perdendo a mão”. Difícil é continuar sendo apenas “o que se é”.
Confesso que me policio sempre pra não me sentir "a tal" e fico sempre com certa pena dos que eu percebo que estão se sentindo os "reis da festa"... Na maioria das vezes acabam por se tornar uma caricatura de si mesmo, acham que podem tudo, acham que soltar o verbo é ter personalidade e não conseguem perceber quando os “elogios” na verdade são ironia.
Tem tanto disso por aí, tanto no real quanto no virtual.
As pessoas costumam carregar MONSTROS enormes dentro delas... Basta alimentá-las que eles aparecem.
Opinião minha, claro.

17 comentários:

  1. é, realmente todos nós temos monstros de criação, é nossa obrigação saber qndo dar munição e deixá-los sair ou não. eu prefiro manter os meus bem guardados, mas confesso q sou bem melhor qndo os coloco pra fora...

    ah, lembrei agora de uma amiga q diz 'eu sou ótima e ruim sou melhor ainda', vai entender né? rs

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Na verdade procuro ignorar os que acho que estão interpretando algum papel somente para agradar. E de resto toca a minha vida, no meu modo zen.

    ResponderExcluir
  3. temos que saber equilibrar as coisas, não se abater com as criticas e nem se achar o maximo com os elogios

    antes eu era convencido, hoje sou perfeito hehehehhe, bjus minha paranaense linda e viu reação em Cadeia é do RS

    ResponderExcluir
  4. É mto complicado julgar o que uma pessoa diz. Até pq as vezes tropeçamos nas palavras. E tudo depende de como estamos...palavras chegam aos nossos ouvidos com sons diferentes dependendo da situação. Tem dias que alguem te cutuca e vc não dá bola. Em compensação, tem outros, que tudo é provocação.
    Uma corda bamba.

    ResponderExcluir
  5. gostaria de uma explicacão do seu comentário...
    no mínimo...
    :*

    ResponderExcluir
  6. De perto ninguém é normal.

    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  7. Se alguém é normal aqui que jogue a primeira pedra.

    Cada um tem sua mania.

    ResponderExcluir
  8. Voce as vezes me magoa com seus comentarios, em outras me encanta como nunca, mas isso não te faz monstro, certamente eu faca o mesmo aos teus olhos, senao nao haveria duas reacoes.Toda Acao tem sua reacao, lei de não sei que, acho física.
    Eu descordo que existam tantos monstros,acho que nos, todos nos, falamos acreditando no que falamos, acabamos defendendo nossa opinião como a mais acertada.
    Isso chama-se viver, que bom voce estar passando pelo meu.

    ResponderExcluir
  9. Os comentários, em qualquer blog, direi até serem essenciais. Mas há de se ter sim um mínimo de maturidade ´para que eles não estimulem a aversão ou a vaidade. Natural que na maioria dos casos todos nós recebamos elogios, até por educação ou para agir como estímulo às publicações. O que não quer dizer que devamos nos perder no egocentrismo que é terrível ameaça até para o nosso processo criativo.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  10. A Outra2/10/08

    É assim mesmo, notoriedade...
    Alguns gostam, outros não.
    Alguns sabem lidar, outros não.

    bjsss

    ResponderExcluir
  11. Gostei de seu post, miga!!
    O grandão e eu amamos a fotinha, deu até fome!!rs
    Bem, acho que o blog é um lugar pra se mostrar como se sente e como se está sentindo no momento, mesmo que esteja se sentindo o"rei da festa" ou o bicão sem convite do lado de fora, não deixa de ser uma forma de sentir, e os elogios de outros blogueiros,é questão de amizade, nem sempre tem muito a ver com o que a pessoa escreve, simplesmente se gosta da pessoa e fala bem dela e tende a elogiar e lembrar-se dela com mais frequência.
    Me sinto na blogosfera como se fazendo parte de uma grande família, onde gostamos de um primo mais do que outro por causa das afinidades, onde temos um irmão pé no saco, metido, e mesmo assim não deixá-mos de amá-lo. E deve ser por isso que dizem que família não se escolhe se aceita e ama, e o que se pode fazer para ajudar se faz com críticas construtivas como a do seu post, e bons conselhos.
    Foi uma boa reflexão para nós que estamos começando, continue sempre assim.
    Bjus!!

    ResponderExcluir
  12. faço minhas as palavras da india xana.

    vou prestar mais atençao agora.

    bjosss...

    ResponderExcluir
  13. realmente o ego é uma faca de dois lados, tanto nos ajuda, quanto nos destrói... tudo depende de como ele é alimentado e como age diante das vitórias e derrotas!

    ______________________

    ontem, meu marido estava vendo o jogo do botafogo na cozinha, eu fui fazer uma caipirinha e fiquei ouvindo. até que o narrador:

    "verdade, o bandeirinha estava com o instrumento levantado!"

    e eu:
    "o quê? agora pode sacanagem no campo, no meio do jogo? preciso assistir mais aos jogos de futebol!"

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    bjs, atre!

    ResponderExcluir
  14. O equilíbrio deve ser a base de tudo,

    bjus.

    ResponderExcluir
  15. pois é...pois é....

    As vezes eu acho que é meio uma 'guerra" de vaidades (no orkut então, em algumas comunidades PRINCIPALMENTE as de sexo isso é um INFERNO... A mulherada querendo arrancar os peitos da outra rsrs)
    E tem o lance de como a maioria é um "personagem" não identificavel com rua e número da casa, as pessoas se soltam mais....E TANTO NO REAL quanto NO VIRTUAL, todo mundo quer chamar atenção (mesmo os tímidos querem...o que eles não sabem é como LIDAR com a situação, por isso normalmente preferem ficar "na moita")...

    Vantagem é que se a gente tem cabeça boa, aprende a lidar com isso...SABE que as vezes notam a gente, as vezes notam os outros...
    Se tem um 'segredo" pra se fazer notar eu não sei (tanta gente chama atenção por motivos diferentes....)

    mas como disse a Quietinha...e BEM citou numa frase a india xana "onde temos um irmão pé no saco, metido, e mesmo assim não deixá-mos de amá-lo"

    Problema são os INTERVALOS desse AMOR...rsrs

    ResponderExcluir
  16. Depois de algum tempo, te achei denovo, vc nao era ta esguia assim antes..
    sempre te achava no orkut, é vdd, q no msn era bem mais dificil, mas ok,ok....
    a vida é cheia de desencontros..........
    Até q alguem dê o primeiro passo..........

    e seja tambem atrevido!!

    sds de vc lindona!!

    ResponderExcluir

O blog é livre pra você comentar e se expressar sobre seus desejos, dúvidas,curiosidades. Só lembrando que comentários estimulando preconceitos ou contra a lei, como pedofilia, NÃO PODE! Expõe você como um idiota e pode dar problemas pra blogueira, mesmo está não concordando com você.

Se quiser conversar, mandar material ou fazer sugestões ao blog: conversaatrevida@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...