Páginas

22 de set de 2009

9 O Tempo não Para...Mas que M....!!!


E como o tempo não PARA mesmo, eu JURO que estou tentando me organizar (palavra que, eu confesso, raramente entra no meu dia a dia), mas tento sempre ser mais organizada pra conseguir postar 'feito gente grande' no meu blog e visitar outros blogs que, afinal, vocês sabem, eu ADOOORO palpitar!!!

E hoje entra a PRIMAVERA. Eu tenho corrido no trabalho pra poder entrar a estação com tempo pra fazer o meu ritual.

Dias floridos pra TODOS nós e, antes que o dia termine, espero ter novidade por aqui....
Bjos... http://s232.photobucket.com/albums/ee215/seuorkut/imagens/gif/flores/1flor14.gif

9 comentários:

  1. http://linkinterno.blogspot.com/2009/07/o-tempo-nao-para.html

    ResponderExcluir
  2. Atrê... Aquela é a tua perna e tua mão ? ( Malvadão no modo curioso ON )
    "Post reeditado porque o ritual não muda muito... Apenas a companhia (ou a falta dela, claro...)"
    Por que toda mulher que eu considero "cabeça" se acha sozinha ?

    ResponderExcluir
  3. A falta de tempo também tem me assolado Atrê!

    Ando numa correria danada com a facul e com o trabalho que de vez em quando eu paro de trabalhar para vim palpitar nos blogs amigos.

    Beijosss!!

    ResponderExcluir
  4. No aguardo queridona!
    Bjs...

    ResponderExcluir
  5. Sinto falta dos seus comentarios e dos seus emails.

    Sim.. estou batendo na mesma tecla. ^^

    ResponderExcluir
  6. e se ele parasse? que dia voce iria escolher?

    ResponderExcluir
  7. Ahhh, Atrê... Eu ando tão assim. Até me organizo direitinho, mas as coisas surgem do nada e mudam a direção da minha programção. Aí o tempo que resta é curto, suficiente apenas pras coisas mais rápidas. Mas tomei vergonha na cara e achei um furo no meu tempo e tô aqui. Já estava com saudades de teclar desse jeito! hahaha

    Bjoos!

    ResponderExcluir
  8. Anônimo22/12/10

    Esta é a última vez que nos vemos. Talvez você estranhe minha atitude, assim tão repentina, mas não vi outra forma de agir. Dizer que gosto de você é pouco, pois você se tornou para mim alguém de quem afastar-me será difícil e doloroso. Apaixonei-me por você e pagarei caro pelo afastamento. O fato é que nosso prazer, nossas carícias, nossos beijos proibidos, e por proibidos, tão excitantes, não conseguem apagar a imensa culpa que sinto nos dias que se seguem. Nosso carinho compartilhado em segredo é véspera de sofrimento por eu me ver como alguém que destrói seu relacionamento com sua esposa e seus filhos.
    É certo que você não vai se separar dela, e nem eu lhe peço isso, nunca pedi. Seu casamento é precioso, e por isso você não menciona separação, e acho mesmo que deve continuar nele para o bem de sua mulher e filhos. Eu só não quero fazer parte de um problema que se resume, para mim, em prazer agora e culpa depois, e para você, em peripécias de despistamento. Fico muito contente ao seu lado, mas o dia seguinte é penoso, por eu saber o mal que causo. Eu não gostaria de estar na pele de sua mulher, e não desejo para os outros o que não quero para mim.
    Assim, decidi pôr fim a esse caso que me destrói tanto quanto a sua família. Sofrerei durante algum tempo, com a solidão e a sua ausência, mas no final sei que serei feliz. Não lhe quero mal, você representou muito para mim e desejo que tudo vá bem para você. Seremos felizes, tenho certeza, mesmo que demore.

    ResponderExcluir
  9. ok... eu não entendi o comentário (blog errado? Será que a pessoa a qual é destinado o mesmo disse que viria ler aqui? Por algum motivo, quem escreveu o comentário, se sentiu confortável de 'desabafar', ou melhor', de se despedir por aqui?)

    Enfim...Não entendi o comentário, mas como é bonito, e parece sincero, vou deixar...Talvez alguém o entenda.

    Ah, só pra constar: Sim, tenho certeza que o comentário NÃO é pra mim (sou mulher, não tenho esposa nem filhos...)mas, como 'anônimo' disse no comentário: Eu NÃO gostaria de estar no lugar de nenhum deles.
    Complicado (e doloroso demais) situação assim.

    Boa sorte para todos os envolvidos.

    ResponderExcluir

O blog é livre pra você comentar e se expressar sobre seus desejos, dúvidas,curiosidades. Só lembrando que comentários estimulando preconceitos ou contra a lei, como pedofilia, NÃO PODE! Expõe você como um idiota e pode dar problemas pra blogueira, mesmo está não concordando com você.

Se quiser conversar, mandar material ou fazer sugestões ao blog: conversaatrevida@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...