Páginas

28 de jan de 2009

15 Quando o estupro deixa de ser a parte mais importante da questão

"Um craque do futebol (Robinho) preso por estupro” é a manchete sensacionalista do tablóide "The Sun". Segundo o jornal, o atacante brasileiro é acusado de estupro por uma moça de 18 anos que ele teria conhecido numa boate de Leeds, interior da Inglaterra, duas semanas atrás (G1).
MAS o que quero postar aqui não é uma discussão sobre se houve ou não o estupro, mas uma interrogação do por que de em casos assim, a primeira reação de quase TODO mundo é pensar que no fim é só mais um caso de uma mulher querendo se dar bem nas custas de um cara famoso.

Ok pode ser que seja mesmo, afinal não seria a primeira vez que isso acontece.
Mas também não seria a primeira vez que uma garota é estuprada por um cara famoso.
Estupro é uma área sempre delicada de se falar porque tem quem abomine o ato, mas tem MUITO mais gente que acha que esse é um “crime” de menor gravidade, que normalmente a “vítima” é que provocou, que o cara tava bêbado/drogado/muito excitado e quando viu já tinha feito a “besteira”, “pra que tanto barulho se lavou ta novo?” ou "se o estupro é invevitável, relaxa e goza".
Quem nunca ouviu coisas assim (e até repetiu) ou não soube ou mesmo viu em filmes o estupro sendo tratado como um ato irresponsável, que acontece na empolgação?
Jovens numa festa, muita bebida, muito riso, uma sala ou um quarto e de repente há vários rapazes estuprando uma garota, todos rindo... Dizendo pro outro “manda ver, acaba com ela...”
Até pouco tempo quando um caso assim chegava aos tribunais até o comprimento das roupas da moça era um fato que virava o caso contra ela. Investigavam-se quantos namorados teve se era extrovertida “demais”.
Não tenho visto filmes recentes sobre esse tema... Não sei se ainda usam isso contra ela no tribunal, mas com certeza a sociedade, por mais que se diga “moderna” deixa sempre escapar que acha que o estupro acontece porque a garota provocou e na hora quis fazer ‘doce’...
Ou então que deu e depois se arrependeu ou então está querendo levar dinheiro do cara.
Na maioria das vezes percebe-se que as pessoas só pensam na vítima como tal, quando sai à notícia de que ela estava indo pro trabalho ou voltando da escola e foi agarrada, arrastada pro mato e violentada.
Mas se é um caso em que a garota saiu com o cara, se estava na casa dele ou o convidou pra sua ou se estavam numa festa o olhar de quem lê a notícia costuma sempre carregar um traço de “aí tem”.... Inclusive os olhos femininos.

Hoje pela manhã na padaria tinha mais de dez homens falando sobre a notícia do suposto estupro cometido pelo Robinho.
A maioria acha que a moça quer tirar dinheiro dele.
Outros que ela está querendo ficar famosa pra posar pra revista.
Outros que ele deve ter comido e chutado ela de escanteio e agora ela quer se vingar.
Outros que ele tem mais é que aproveitar essas mulheres que se jogam pra cima dele e mandar um “pedala Robinho” no meio das pernas delas...
NENHUM deles achou que o “estupro” como crime realmente aconteceu.
No meu trabalho a GRANDE maioria das mulheres concorda com as duas primeiras alternativas citadas pelos homens.

E eu fico pensando pra ONDE as mulheres estão se encaminhando, para onde elas estão se deixando levar.
Alguma coisa está errada quando, numa notícia assim, praticamente ninguém nem cogita a possibilidade da garota ter sido vítima de um crime chamado estupro.
Talvez culpa de uma sociedade feminina que reclama tanto dos “homens’, mas que geração após geração tem criado e devolvido ao mundo os homens “quase o mesmo, do mesmo”.
E talvez a maior mudança nas mulheres não seja elas estarem entrando cada vez mais no mercado de trabalho, muitas vezes em setores considerados até pouco tempo masculinos.
Verdade é que nos últimos tempos as mulheres ascendem no mercado de trabalho, mas perdem cada dia mais espaço em setores como respeito à figura feminina.
Parece cada dia mais natural (e um ÓTIMO negócio) o corpo feminino ser tão explorado pra vender de tudo, de cerveja a pneu.
Nas feiras e salões (como os do autmóvel) estão lá elas. LINDAS em suas roupas curtas ou vestidos justos, paradas ao lado dos produtos... Talvez como uma extensão do marketing de “veja quanto prazer um produto como esse pode lhe proporcionar”.

Enfim... EU não sei se o Robinho tem culpa. Não sei se a garota está mentindo.
Só fico me perguntando se um dia as mulheres vão parar de achar tanta graça em apelidos como “Marias Chuteiras, Marias Gasolinas” e vão parar de subir num palco e abanar o “rabo” quando alguém cantar “Só as cachorras” ou por qualquer troco se sujeitar a promoções como “Garota da camiseta molhada”.
Diversão isso?
Parece-me que o que era pra ser apenas uma “diversão” já deixou de ter esse significado há muitos anos.
E ao contrário do que muita gente que ler esse artigo possa pensar não, eu não sou feminista (pra ser franca NEM sei direito o que se espera de uma), não odeio funk (mas prefiro as letras que não me fazem parecer uma vagabunda) e nem tenho nada contra a ficar com a camiseta colada no corpo se for num dia de chuva.
Só pra constar.

15 comentários:

  1. Eu tb fico me perguntando, onde as mulheres vão parar. Nem acredito mais em relacionamento sério, em homem fiel, essas coisas... Acho que as mulheres estão perdendo o seu valor, ou melhor, deixando de se valorizar... Olha o que é a programação da TV. Só tem peito e bunda... mulher virou mercadoria...
    E essa guria, de 18 anos, ao invés de achar que o Robinho pode ter culpa, todos acham que ela é uma aproveitador e tal... eu tb não sei, pode até ser, mas quem somos nós pra julgar??
    Ah! Sou advogada, e esses detalhes ainda são mencionados. Já vi decisão de juiz que queria insinuar que uma garota de 5 anos tinha facilitado o estupro se oferecendo, nada mais revoltante!!! Fico pensando, o que passa na cabeça dos homens atualmente...
    Bjos!!

    ResponderExcluir
  2. * aproveitadora

    E quando falo que não acredito em relacionamento sério, é pelo fato de como a maioria dos homens tratam as mulheres... enfim, isso é outra discussão.

    Desculpa pelo comentário enorme!!!

    ResponderExcluir
  3. faço das suas, as minhas palavras,
    da mesma forma, funciona com todas as mulheres que aparecem na tv, são só corpos bonitos, sem conteúdo algum, infelizmente produto da nossa sociedade.

    ResponderExcluir
  4. gostei das suas varias formas de explicar e colocar o tema, mas eu ainda assim penso que é mais uma querendo se dar bem em cima de um famoso.

    bjossss...

    ResponderExcluir
  5. Vixe, complicado!
    Mas vamos ver o resultado do DNA. Bjs...

    ResponderExcluir
  6. Como você, não sei se o Robinho é culpado, mas também acha um absurdo a tentativa de justificar esse ato.

    ResponderExcluir
  7. Pois pra mim o Senhor Robinho, enquanto atleta com fama no lombo e dinheiro no bolso, calado está errado. Pessoas com o talento e projeção que ele carrega precisam ser mais responsáveis no propósito de sequer permitirem que deles aconteçam notícias como esta, porque se ele não cometeu o estupro físico permitiu que por ele outro estupro acontecesse, que é o de uma jovem querer tirar proveito da situação seja lá em que circunstância for. Por força do seu poder, via fama, deve estar sempre é na direção do seu crescimento enquanto ser humano que é, para que pessoas que o admiram, seja lá como for, possam crescer também. A inclusão do seu nome em notícia envolvendo um crime já é demonstração clara do seu despreparo com relação à sua própria vida que conta com realidade que precisa de cuidados compatíveis com os privilégios que tem. Acusação de estupro é acusação grave sim e não pode e nem deve ser banalizada de maneira alguma. E pra finalizar, se o Senhor Robinho é vítima nesse caso, ele é vítima do seu próprio comportamento estampado por tanta futilidade. Que o episódio sirva de sinal para que jogadores de futebol não sejam mais que meros agentes de tanta baboseira esparramada por aí e menos comprometidos com tão vergonhosos acontecimentos.
    Parabéns por esta mais que oportuma publicaçao e desculpe pela extensão e temperatura deste comentário.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  8. Cadinho RoCo está, na minha nada humilde opinião, um Cadinho e mais um certo tanto RoCamente equivocado.

    Equivocado por estar se pronunciando tão veementemente por algo que não é a sua vida com prosgnósticos dadaístas supostamete certeiros.

    Equivocado por não dar a devida atenção ao fato de que sendo uma pessoa públca, uma exposição supostamente mais pronunciada de uma também supostamente inocente pessoa pública somentye acarretaria mais discussão e FOGO NA LENHA DO FALATÓRIO ALHEIO, aliás como acaba de confirmar.

    E - por ultimo, mas nao menos importante -

    Equivocado tendo lido toda a reportagem original (LEU SERÁ?) ainda desconsidera o fato so Sr Robinho Goleador-em-Leeeds ter se posto calmamente (grifo meu) à disposição da polícia para aferir eventuais (aqui sim, casuísticos) dilemas.
    ____________________________

    Ademais, o motivo do post - creio eu - sequer era este, de discutir inocência ou postura de indivíduos mas de renunciar coletivamente ao sacaneamento deledado contra as mulheres. Estas que - chovinisticamente - METEM O PAU (no pior sentido) em suas iguais mesmo sem desejar que sejam - como APONTA A NOSSA ATREVIDÍSSIMA E DELICIOSA (no erm...bom sentido) - critica e hospedeira aqui:
    .
    Que sejam peossoas pensantes melhores( e ninguem aqui ta falando de educação escolar formal, mas de atitute na vida);
    .
    Que nao se humilhem ou contribuam a humilhação da classe (afinal, conquistado nenhum se conquista se não compatilhar da idéia de que DEVEM MESMO SER CONQUISTADAS À BASE DO PIOR) exemplo que os indios na colonização deram porque tiveram de ser substituídos pelos passivos africanos, porque os nativos daqui se rebelavam enquanto os da Africa não;
    .
    Que enquanto mulheres, podem ser gostosas(Sim!), ter a camiseta molhada(Sim!!), ter o direito de ser chamadas de vagabundas IGUALMENTE compartilhado por elas com seus companheiros em momentos íntimos sem que isso decaia a uma banalização músico-cultural apoiadas traiçoeiramente pelas próprias (possíveis fturas) vitimas delas mesmas.

    Aff, chega. Já falei demais. Daqui a pouco a dona do blog vai perguntas se eu nao quero ir escrever o próximo post junto com ela (Hmmm...) de tanto que me atrevo!

    ResponderExcluir
  9. mais um post maravilhoso!
    sabe, pra mim a culpa de isso tudo acontecer é da mulherada de hj em dia, cada vez mais vulgares, cada vez mais vendendo sua imagem de vagabundas, peitudas, mulheres frutas!!
    elas se desvalorizam e desvaloriam tbm a classe inteira, eu, vc e qualquer outra mulher perdemos o valor por causa dessa gentinha vulgar...
    aí ninguem respeita mais...aí ninguem acredita que uma mulher foi realmente violentada sem razão....e vamos culpar quem pensa assim??
    A culpa é das cachorras, as preparas, as popozudas!!

    ResponderExcluir
  10. (som de palmas)
    Atre, sei nem como articular as palavras depois de ler o post...parabéns...

    O Estupro joga o ser humano ao nível de qualquer animal irracional... pra que tantos anos de evolução se não podemos respeitar a integridade uns dos outros, não é ?
    É algo que choca e sempre vai chocar e não possui desculpa qualquer, QUALQUER!

    p.s. Não pude deixar de notar a Monica Belluci ali na imagem. Essa cena em Irreversible é sem dúvida a mais forte que já vi na tela... Me sinto mal só de lembrar...

    ResponderExcluir
  11. O que eu mais revoltante disso tudo é quando a gente ouve o famoso
    "Ah, ela pediu. O que ela tava fazendo sozinha na rua vestida daquele jeito!?"
    Achei igualmente revoltante o caso que a "Cansada de ser boazinha" comentou! 5 anos? Facilitou!? Um juiz desse tem que apanhar e muito! Ou não sei lá, mas que é revoltante com certeza é!

    Espero que todos nós mudemos nossa mentalidade velha e ultrapassada de homem/garanhão mulher/galinha, ela que "pediu" o estupro, ela não pode ser tão boa quanto ele no trabalho, mulher não pode fazer isso, homem DEVE fazer.....esse tipo de coisa...
    Droga acho que passei da linha 19 de novo!

    ResponderExcluir
  12. Em pessoas notórias a história sempre vai ser a mesma, só que alguns paises, alguns pagam pelo aproveitamento de outros.No caso Mike Tayson por exemplo, ficou comprovado que ele não fez nada e foi condenado e um membro da familia Kenned na época também foi acusado e absolvido.É complicado analisar ou acusar alguém por simples notíca e principalmente em jornal sensacionalista, mas em todo caso o melhor é andar certinho, sendo famoso ou não.O certo é saber cortejar, admirar, ter carinho e amor por uma mulher, forçar a "barra" ou "amizade" não tem nada haver, há várias maneiras de se fazer sexo.

    Um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  13. Dizer "obrigada" a quem se pronunciou no post seria pouco pra agradecer a quem, como eu, adora uma diversão, uma safadeza mas sabe que as vezes não dá só pra querer festa na vida...Atrever-se ao que muitos acham CHATO ou sem interesse é o maior dos atrevimentos e eu sempre espero, quando post algo assim, que pelo menos alguém mais se atreva, assim como eu, a achar que o tema vale a menção, a discussão...A opinião.

    E é bom demais ler os comentários e ver não só opiniões, mas tantas contribuições sobre o tema, que não era julgar se o jogador é culpado ou não, se a moça está armando pra cima dele ou não, mas sim dar um olhar no porque das pessoas pensarem o que pensam em casos assim.
    Mas obviamente CADA um tem seu ponto de vista, cada um acha o que acha,as vezes até a mesma coisa, mas por motivos diferentes.

    Eu sinceramante não parei pra pra ler todas as matérias do caso, não tirei minhas conclusões...Até porque diante de tantos comentários CERTOS de que a mulher nesses casos sempre ta querendo levar algum, eu acabei me questionando mais sobre esse falto, e não sobre o caso em si.

    e Cadinho eu entendi, creio eu, o que vc disse...as questões a que vc se referia mas confesso que não sei se SEMPRE somos responsáveis pelas coisas que falam da gente.
    Talvez seja verdade que abrimos espaço pra isso...
    Mas quase sempre impossível proibir que as pessoas digam o que quiserem...Inventem e vendam como verdade coisas que nem sempre tem 1% de verdade.
    Talvez eu diga isso porque já passei por isso, em situações menores por não ser famosa, claro.
    Mas ao ler vc dizer "ele é vítima do seu próprio comportamento estampado por tanta futilidade" eu fico pensando se isso não é muito parecido com o dizer "que a garota provocou porque sua saia era muito curta, ela dançava com todo mundo'.

    Sei lá...eu sempre acho que UMA coisa é UMA coisa, outra coisa é outra coisa.
    Mas com certeza é muito difícil saber ou assumir até onde temos culpa do que os outros pensam ou dizem de nós.

    Obrigada a todos pela parceria

    ResponderExcluir
  14. Aí que está... não é puro machismo a observação de que a possível estuprada possa ser também uma aproveitadora.

    Aliás, aproveitadoras também pode ser estupradas, afinal, os golpes podem sair do controle das golpistas.

    O que acontece é que o mundo está cansado de ver mulheres que não se respeitam e que veem seus corpos como uma eficiente maneira de assegurar lucros e garantir o futuro.

    Veja o caso da Luciana Gimenez, que logo se entregou aos desejos de Mick Jagger. Alguém teria coragem de dizer que foi um ato de amor? E se ela se pusesse gritar que ele a estuprou, não seria um caso muito parecido com o de Robinho?

    São décadas, século, milênios, em que a figura da mulher parece muito mais associada às futilidades, prazeres e trambiques, do que aos grandes valores. Cleópatra já era exemplo de total uso da sedução... isso sem mencionar que ela esteve longe de ser o primeiro da História.

    Assim, fica difícil alguém se compadecer da tal moça. O que também, é verdade, abre um grande espaço para a atuação de estupradores e maníacos reais.

    ResponderExcluir
  15. oI, amiguinha! Muito legal o seu blog! Textos e temas muito interessantes! Parabéns! Eu tbm não sei se robinho é culpado ou não, mas em relação ao estupro acredito que deveria ser considerado crime inafiançável e hediondo! O cara deve passar pela mesma coisa na cadeia!!!
    Obrigado pela visita! Volte sempre! Abraços!

    ResponderExcluir

O blog é livre pra você comentar e se expressar sobre seus desejos, dúvidas,curiosidades. Só lembrando que comentários estimulando preconceitos ou contra a lei, como pedofilia, NÃO PODE! Expõe você como um idiota e pode dar problemas pra blogueira, mesmo está não concordando com você.

Se quiser conversar, mandar material ou fazer sugestões ao blog: conversaatrevida@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...