Páginas

7 de jul de 2008

6 Miiiaaaauuu!!!

O texto a seguir é de um amigo do orkut, Vandal Savage.
Lendo o que ele certa vez comentou num tópico sobre fantasias foi inevitável pedir para que ele dividisse com o Blog alguma experiênica sobre o tema...
Fico FELIZ de poder mostrar aqui novamente o que outras pessoas PENSAM, Fazem...SENTEM....
Fiquei animado, a principio, quando a Atrevida me sugeriu que escrevesse contando minhas experiências com fantasias. Mas logo me vi num dilema. Só contar o que já fiz seria de pouco interesse aos visitantes deste Blog. Resolvi então juntar aos meus relatos, alguma reflexão que eu fiz sobre o tema.
Estava eu, há alguns anos, passando um fim de semana em Itaipava (região serrana do RJ) com uma namorada. Tudo estava corriqueiro quando a menina pergunta se eu precisaria usar o banheiro, pois ela precisava e demoraria. Até aí nada de mais, nem pensei muito no assunto e disse que não precisaria.
Eu estava assistindo tv deitado na cama, desatento a tudo, inclusive a demora dela no banheiro. Nem reparei quando a porta se abriu até que ela disse um suave “Miauuuu!”. Olhei na direção dela, meio surpreso, meio curioso com o som que eu mal tinha entendido direito.
Na hora meu sangue ferveu, fiquei completamente tarado. Estava tão maravilhado com a visão, que na hora eu não falava nada, acho que nem conseguiria falar.
Ela ficou preocupada de que eu não estivesse gostando e sua expressão demonstrava certa indecisão até que me levantei, sem conseguir tirar os olhos dela.
Ela fantasiada de gatinha era a criatura mais deliciosa do mundo. Com orelhinhas de gata, uma calcinha com cauda e luvas. Ao me ver de pé, indo em sua direção, ela entendeu o quanto eu estava louco de tesão e percebeu o poder que tinha sobre mim naquela hora.
Eu estava mesmo enfeitiçado. Peguei-a no colo e a levei para a cama.
Com sua voz doce e suave ela interpretava o papel de gatinha, cheia de manha, hora pedindo carinho, hora pedindo palmadas, hora querendo tomar “leite”.
Fizemos sexo à noite inteira sem que eu permitisse que ela tirasse a fantasia.
O sexo com ela sempre foi ótimo, mas naquele dia foi uma coisa ainda mais especial. Nunca haviam se fantasiado assim para mim e mesmo passados alguns anos não esqueço aquele momento.
Hoje me questiono sobre o que tornou o uso da fantasia tão especial...
Não sei se foi a sensação de novidade, a criatividade envolvida na atuação dela como gatinha ou o desejo dela em tentar novas formas de ter e dar prazer. Talvez seja por isso tudo e pela escapada do óbvio.
Depois disso, sempre pintava uma novidade assim (eu também entrei nessa gostosa brincadeira e também me fantasiei, por exemplo, de Zorro e que deliciosa ela de colegial...).
Era super excitante nos olhar pelo espelho e ver os personagens que interpretávamos um prazer quase que “auto-voyeur” (desculpem a falta de um termo melhor).
Ainda não sei bem o que torna o uso de fantasias tão excitante, mas recomendo que experimentem.

6 comentários:

  1. Eu CURTO e muito essas ‘“brincadeiras” adultas que dão certo toque de humor as transas e as tornam extremamente sensuais.
    Eu já passei por algumas situações extremamente prazerosas nesse campo... Assim como outras desastrosas, como quando um namorado resolveu se fantasiar de PERNA LONGA.....É, o COELHO do desenho. Saiu do banheiro assim, de coelhinho, com orelhas, rabinho FOFO e saltitante, mas só meu fez rir...Por pelo menos uns 10 min....rs
    Então até na fantasia, tem coisas que PODE... Outras que NÃO PODE!!!
    Mas acho que vale sempre a pena tentar, mesmo correndo o risco do parceiro não gostar e até achar ridículo.
    Porque tem gente que não curte mesmo... Fazer o que...
    Mas tem gente que acha MUITO excitante e é capaz transar dentro dessa situação como se fosse a primeira vez, mesmo em relacionamentos de ANOS.
    E é claro que quem se veste, tem que incorporar a personagem, não basta usar a roupa, tem que interpretar pra poder estimular o parceiro/a a entrar nessa brincadeira não só como telespectador, mas como coadjuvante ATIVO...
    Então na sua próxima saída, se ainda não tentou, procura uma roupa assim, que possa TIRAR vocês dois das personagens reais do dia a dia...
    Entrem no clima e DIVIRTAM-SE!!!
    E GOZEM muuuuuuuito, claro!

    ResponderExcluir
  2. é...........
    então.......


    na não, passo essa!

    ResponderExcluir
  3. Nem conto as fantasias q tenho, e muito menos as que já realizei... perigoso teu blog sair do ar.... ahahaha
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Casal do Arrocha9/7/08

    Olá, obrigada pela visita em nosso cantinho... Adoramos os comentários! Volte sempre! Ah, colocamos seu link lá, ok?
    Beijos.
    www.casaldoarrocha.blig.ig.com.br

    ResponderExcluir
  5. Já me vestiram de policial, de mecânico (e simularam uma pane no meio de uma estrada deserta), de oficial nazista, de imperador romano...Achei interessante, divertido e até excitante. Tudo uma questão de representar/incorporar o personagem. Legal quando as duas pessoas se fantasiam também. Outra coisa que acho excitante é marcar um encontro em um bar e agir como se não nos conhecessemos sendo obrigados a conquistar-nos, a nos paquerar novamente desde o início.

    ResponderExcluir
  6. Nossa q texto barbaro...só podia ser do amigo Vandal mesmo...Atrevida arrumou uma otima parceria...pois esse homem escreve bem conta coisas fantasticas q enchem qualquer um de tesão.....Dá até vontade de b rincar com os dedinhos....rsrsrs

    ResponderExcluir

O blog é livre pra você comentar e se expressar sobre seus desejos, dúvidas,curiosidades. Só lembrando que comentários estimulando preconceitos ou contra a lei, como pedofilia, NÃO PODE! Expõe você como um idiota e pode dar problemas pra blogueira, mesmo está não concordando com você.

Se quiser conversar, mandar material ou fazer sugestões ao blog: conversaatrevida@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...